terça-feira, 10 de maio de 2011

Ser e durar

“Ser e durar” é o lema não oficial dos praticantes do Le Parkour, uma prática corporal que pode ser caracterizada como um misto de arte marcial e esporte.
O parkour é uma atividade cujo princípio é mover-se de um ponto a outro o mais rápido e eficientemente possível, usando principalmente as habilidades do corpo humano.

Criado para ajudar a superar obstáculos de qualquer natureza, desde galhos e pedras até grades e paredes de concreto, podendo ser praticado em áreas rurais e urbanas.
Nascido na França, na década de 80, o parkour buscou inspiração em algumas técnicas do treinamento militar. Hoje a prática conta com adeptos no mundo inteiro.

A prática do parkour exige um ótimo condicionamento físico, consciência corporal, disciplina, concentração e muito treino. Algumas lesões e machucados, principalmente no início, são inevitáveis. A prática não é competitiva, ela serve para evolução e desenvolvimento do indivíduo.


Praticantes afirmam que o parkour é uma bela forma de conectar o indivíduo ao ambiente onde ele está inserido, pois os movimentos são feitos utilizando o obstáculo para superá-lo. No site Overmundo, há uma definição interessantes sobre o assunto: “O Parkour também é a liberdade, você aprende a interagir com o ambiente, e você se torna livre.” O tópico sobre o parkour ainda traz uma frase que define bem a sensação de liberdade descrita pelos participantes:
"É como se seu corpo estivesse ficado sempre no piloto automático, aí você descobre pela primeira vez que é capaz de controlá-lo"


Reprodução Youtube/ Le parkour Brasil

Quer praticar? Providencie calça, tênis e camiseta. Mas cuidado, procure praticantes que possam orientá-lo. Essa é uma atividade elabora que pode trazer riscos à saúde se praticada de forma equivocada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário