quinta-feira, 17 de março de 2011

Reciclando o surf

Pensando em criar pranchas mais sustentáveis Marcelo Ulysséa olhou para o passado. Refletindo sobre os pioneiros do esporte que curtiam a adrenalina das ondas sem as modernas pranchas de poliuretano o shaper investiu na reprodução dos blocos de madeira que garantiam alta performance e a perfeita integração do surfista com a natureza.

A técnica vinda da Califórnia para criar a Agave Hunter Wood Blanks utiliza blocos de madeira seca retiradas de plantas mortas eliminando a necessidade de desmatamento no processo. O restante da fabricação leva de 30 a 60 dias.

Entre as vantagens elencadas para uso de uma prancha de madeira estão a resistência do material, melhor flutuação comparada as blocos convencionais, o uso de materiais biodegradáveis na fabricação e a exclusividade da peça, pois cada prancha depende das cores e formas da madeira.


Video Reprodução do Youtube

Até o surf pode ser reciclado.

Fonte: Planeta Sustentável

Nenhum comentário:

Postar um comentário