quinta-feira, 31 de março de 2011

Apimentando a relação

Se você precisa apimentar a relação, aposte nos temperos. Estudo da Universidade de Guelph, no Canadá revela o poder dos temperos para dar aquela força na hora H. A pesquisa investigou centenas de estudos sobre afrodisíacos, a fim de investigar os que realmente aumentam o desejo sexual – psicológica e fisiologicamente.

“invista nos temperos. Adicione o ginseng e o açafrão à sua dieta e os problemas sexuais estarão resolvidos, pois ambos provaram ser aceleradores do desempenho na cama. Vinho e chocolate – que sempre estiveram na boca do povo – também são benvindos. Porém, segundo o estudo, os efeitos são simplesmente psicológicos.” - Revista Galileu


Os pesquisadores também fizeram análises sobre alguns mitos e distorções comuns. O álcool, por exemplo, aumenta o desejo, mas não está ligado ao desempenho sexual. Medicamentos como o Spanish Fly, que prometem dar aquele esquenta na relação, devem ser evitados, pois podem causar o efeito oposto ao desejado e podem ser tóxicos – segundo o estudo. Medicamentos sintéticos, como os famosos Viagra e Cialis podem causar dor de cabeça, dor muscular e visão turva. A combinação desses medicamentos com outras drogas podem causar interações perigosas. Seu uso deve ser feito somente sob orientação médica e dentro das medidas prescritas.

Fonte: Revista Galileu

quarta-feira, 30 de março de 2011

Guerra de travesseirooooo

Você já deve ter participado de alguma guerra de travesseiros na infância. Uma brincadeira comum em vários lugares do mundo. A novidade é que a tradicional guerra de travesseiros, geralmente restrita às nossas casas, ganhou ares de evento social.

O World Pillow Fight Day está inserido no Movimento Urban Playground que visa tirar o máximo proveito dos espaços urbanos no que diz respeito à diversão. A expressão geralmente se aplica a eventos variados organizados através de e-mails ou dos meios de comunicação social com o objetivo de transformar um espaço público comum em uma área de simples diversão gratuita, inclusiva para pessoas de todas as idades e gêneros – conforme explica o site do evento.


Na nova Guerra de Travesseiro as pessoas combinam pela internet um determinado local e horário e levam consigo seus travesseiros para guerrear com pessoas desconhecidas. O World Pillow Fight Day vem sendo realizado em várias cidades do mundo desde 2008. Sua primeira edição no Brasil foi em 2009, envolvendo mais de 3 mil pessoas em 27 cidades brasileiras, sendo 800 delas só na cidade de São Paulo.

O site ainda dá dicas aos participantes e informa algumas regras básicas, como não acertar pessoas que não estão participando da brincadeira ou estão com câmeras na mão.

Pillows (Good Feeling) from Chris Crutchfield on Vimeo.

Quer entrar nessa brincadeira? Acesse o site do evento e descubra se sua cidade está incluída na programação das Guerras de Travesseiro. O Evento está marcado para sábado, 02 de abril. Diversão garantida.

terça-feira, 29 de março de 2011

Carro elétrico também polui



Quando parece que a humanidade está mais próxima de achar uma solução para a emissão de poluentes vindos da queima de combustível nos carros, surgem novas polêmicas. Há alguns meses uma montadora de veículos lançou um carro elétrico com uma simpática propaganda. Nela um urso polar saía de sua geleira para abraçar o comprador de um carro elétrico. A mensagem do anúncio é clara: carros elétricos poluem menos, por tanto, seu uso traz benefícios ao meio ambiente.

A propaganda é ótima, mas a polêmica está no fato de que para produzir a energia que abastecerá o carro elétrico, também será gerada poluição. Segundo o engenheiro mecânico Francisco Nigre, boa parte da energia da energia dos Estados Unidos é gerada por termoelétricas que queimam carvão mineral. Isso significa que o veículo elétrico não emite gases tóxicos, mas gera CO₂ indiretamente e à distância através das usinas. Isso nos dá a sensação de que não estamos poluindo.


Para determinar as vantagens do carro elétrico é preciso considerar toda a cadeia produtiva da energia. O Professor Rubens Dias da UNESP de Guaratinguetá explica que o automóvel normal aproveita de 25% a 27% do combustível fóssil. O restante é convertido em gases tóxicos e calor. Um carro elétrico aproveita até 90% da energia e por isso é considerado menos poluente do que o convencional, mesmo se considerarmos o processo de geração dessa energia, que produz poluição.


Video Reprodução YouTube

As pesquisas e as discussões sobre meios de transporte mais limpos continuam. Mas uma coisa é certa, não podemos nos iludir ao pensar que os carros elétricos não geram poluição.

Pesquisa: Revista Galileu / Carros Ribeirão Preto

segunda-feira, 28 de março de 2011

Tempo louco, não?

Você já deve ter notado que o clima está alterado. Enxurradas, diminuição da temperatura, aumento das chuvas na região nordeste do Brasil. Isso se deve ao fenômeno La Ninã que altera as condições atmosféricas e pode manifestar-se por até dois anos.

O episódio La Ninã tem como conseqüências algumas mudanças nas características do clima, trazendo passagens rápidas de frentes frias sobre a região sul, temperaturas abaixo da média sobre a região sudeste, frentes frias até a região nordeste, principalmente no litoral da Bahia, Sergipe e Alagoas, tendência as chuvas abundantes no norte e leste da Amazônia, chuvas acima da média sobre a região semi-árida do Nordeste do Brasil, chuvas muito acima da média no leste dos estados da região Sul e estiagem no Oeste destes estados e no Paraguai.


Para quem não está acostumado com mapas e cartas meteorológicas o fenômeno La Ninã é difícil de entender. O que conseguimos perceber com clareza são suas manifestações tão diversas do clima. Em uma mesma região poderão ocorrer chuvas abundantes em uma parte do território e na outra, uma severa estiagem como é o caso do estado do Rio Grande do Sul. Para região nordeste é difícil imaginar frentes frias no litoral da Bahia ou de Alagoas. Você poderia imaginar uma chuvarada no nordeste do Brasil que geralmente sofre com as secas? Pois é, essa é La Ninã. Prepare-se para estações surpreendentes.

Fontes: Brasil Escola / Wekipédia

sexta-feira, 25 de março de 2011

Água: estratégias contra escassez





Os recursos hídricos requerem muitos cuidados para continuar disponíveis. Estima-se que, nos últimos 60 anos, a população mundial duplicou, enquanto que o consumo de água multiplicou-se por sete.

O Brasil possui cerca de 12% da água doce superficial do mundo. Não obstante, há um desperdício de 50% a 60% nas cidades. As perdas por furtos e vazamentos alcançam entre 40% e 60%. Outro dado alarmante: cerca de 80% dos esgotos domésticos e 70% dos efluentes industriais são despejados sem tratamento nos corpos d’água. A agricultura e a pecuária malconduzidas e as ocupações desordenadas nas cidades agravam sobremaneira o quadro de degradação.

Como se não fosse suficiente, a mata ciliar e as encostas e os topos de morros, que protegem as bacias com sua vegetação, vêm sendo desmatados. Eles mantêm a qualidade e a quantidade dos recursos hídricos, melhoram os processos de infiltração e armazenamento e diminuem o escoamento superficial, evitando enchentes e deslizamentos – basta dizer que uma árvore é capaz de absorver 60% da água que nela cai. Os agrotóxicos e os dejetos humanos e animais sem prévio tratamento completam o ciclo destrutivo.

[Continue lendo no site]

quinta-feira, 24 de março de 2011

O relógio do cérebro


Você já ouviu falar em relógio biológico, certo? E você sabe que cada organismo reage de forma diferente à quantidade de estímulos a que é submetido, ou a quantidade de horas em que repousa por dia. Mas será que existe uma regra para determinar em que horas nosso cérebro está mais “alerta”?

Durante o dia nosso cérebro apresenta diferentes níveis de atenção. Como somos bombardeados com estímulos o tempo todo, fica difícil perceber, mas existem momentos que você rende menos. Esses momentos variam de pessoa para pessoa. Não existe uma regra que determine os horários para seu cérebro render mais.


Atividades como dormir, acordar e liberar certos hormônios, são influenciadas pela luminosidade, ingestão alimentar e atividade física, independente do horário. Especialistas comentam que não existe uma regra geral, aplicável a todos os indivíduos para determinar os melhores horários de funcionamento do cérebro. No entanto, sabe-se que nossa espécie é diurna. "Noite e madrugada não são propícias para provas e competições, tarefas que exigem o máximo do organismo. O melhor desempenho físico, em geral, é atingido entre 16h e 20h", diz o especialista Fernando Louzada.

Para descobrir os melhores horários para o SEU cérebro, não há fórmula mágia: é necessário auto-conhecimento, observação e avaliação de como a pessoa se sente ao realizar suas atividades em horários diferentes.

Fonte: http://ow.ly/4bzvo (Revista Galileu)

quarta-feira, 23 de março de 2011

Vá de carona





Você sabia que existe uma rede social para caronas?
No TipCar você faz seu cadastro, indica seu itinerário e o sistema de rede social indica possíveis caroneiros com destinos ou rotas que combinam com as suas.

O custo pela carona é combinado entre o motorista e o passageiro. Segundo o site do serviço de caronas 64% dos carros que trafegam na cidade de São Paulo são ocupados apenas com o motorista e 27% com o condutor e um passageiro. Esse panorama tem como conseqüência um trânsito caótico que tira a paciência de todo mundo. Sem falar no aumento da poluição por CO₂ emitido pelos automóveis.


O que ganho com isso?

Economia, ar puro, menos trânsito...
O motorista reduz suas despesas com locomoção ao dividir custos, ou descansa do volante participando de um rodízio. Do outro lado o passageiro usufrui de uma viagem rápida e confortável. No final das contas além de economizar dinheiro, tempo e combustível vocês terão feito a coisa certa pelo meio ambiente.”

Retirado do site TipCar

Aposte na idéia de compartilhar as boas iniciativas para a construção de um mundo melhor.
Ficou curioso para conhecer essa rede? http://www.tipcar.com.br

segunda-feira, 21 de março de 2011

Estação No Stress - Outono 2011

Para receber a estação que carrega o charme das folhas amareladas das árvores que caem ao chão e os primeiros sinais do frio a No Stress preparou uma retrospectiva dos principais eventos que marcaram os últimos três meses da marca.

De lançamento de coleção até corridas noturnas, teve de tudo um pouco, confere:

A FENIM 2011 com a participação de Paulo Zulu para o lançamento da coleção outono-inverno 2011 No Stress;

Promoção de Volta às Aulas com o sorteio de 15 kits No Stress;

As maravilhas do paraíso caribenho de Los Roques na Venezuela;

A participação mais do que especial de Toshio Tadano, colaborador No Stress na calçada do Surf Gaúcho;

As participações da Equipe No Stress na Travessia Torres Tramandaí e na Summer Night Run.

Clique na Imagem para ampliar

Moda, estilo, atitude. Um mundo No Stress. Permita-se.

Somos todos Iguais

Hoje é um dia para refletir sobre a ignorância daqueles que fazem diferença entre pessoas de cores, ascendência, origem étnica ou nacionalidade para impedir seu crescimento em igualdade de condições.

É preciso parar para refletir sobre o óbvio: Somos todos iguais. 21 de março - Dia Internacional Contra a Discriminação Racial


sexta-feira, 18 de março de 2011

Leis antifumo: bons exemplos



Casos bem sucedidos de legislações antifumo crescem a cada dia. Vejam Nova York, que além de proibir o tabaco em bares e restaurantes, aprovou lei que veta o fumo em parques e praias. Ou Honduras, que instituiu lei barrando o fumo em locais fechados públicos e particulares – e em locais abertos, se houver um não fumantes a uma distância mínima de dois metros. Ademais, países como Espanha, França, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Canadá, Nova Zelândia, Itália, Alemanha e Uruguai, assim como inúmeros estados e cidades norte-americanos e Buenos Aires, na Argentina, têm leis antifumo.


No Brasil, diversos estados, capitais e municípios também estão seguindo a tendência mundial e criando legislações mais retritivas as cigarro. No Estado de São Paulo, lei de 2009 já proíbe o tabaco em locais fechados de uso coletivo. E, segundo balanço da Secretaria Estadual de Saúde paulista, feito quando a medida completou um ano, o percentual de adesão dos estabelecimentos era de 99,7%. Agora, um projeto de lei propõe a proibição de consumo de cigarros ou qualquer outro produto que produza fumaça nas praias, parques, praças e locais públicos destinados ao lazer ou práticas esportivas do Estado.

O cigarro provoca um prejuízo anual de pelo menos R$ 338 milhões para o sistema público de saúde. O fumo é a maior fonte de poluição em ambientes fechados do mundo moderno, e o tabagismo passivo é a terceira causa evitável de mortes no mundo.

[Continue lendo no site]

quinta-feira, 17 de março de 2011

Reciclando o surf

Pensando em criar pranchas mais sustentáveis Marcelo Ulysséa olhou para o passado. Refletindo sobre os pioneiros do esporte que curtiam a adrenalina das ondas sem as modernas pranchas de poliuretano o shaper investiu na reprodução dos blocos de madeira que garantiam alta performance e a perfeita integração do surfista com a natureza.

A técnica vinda da Califórnia para criar a Agave Hunter Wood Blanks utiliza blocos de madeira seca retiradas de plantas mortas eliminando a necessidade de desmatamento no processo. O restante da fabricação leva de 30 a 60 dias.

Entre as vantagens elencadas para uso de uma prancha de madeira estão a resistência do material, melhor flutuação comparada as blocos convencionais, o uso de materiais biodegradáveis na fabricação e a exclusividade da peça, pois cada prancha depende das cores e formas da madeira.


Video Reprodução do Youtube

Até o surf pode ser reciclado.

Fonte: Planeta Sustentável

quarta-feira, 16 de março de 2011

O cochilo da tarde



Dormir durante a tarde aumenta a capacidade de aprendizado das pessoas, é o que diz a pesquisa publicada na edição de março da revista científica Current Biology.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia testaram um grupo de 44 alunos em dois turnos diferentes (ao meio dia e por volta das 18h). Metade dos alunos poderia dormir das 14h até as 15h40, a outra metade ficaria acordada o dia inteiro. Todos os alunos foram submetidos a testes de atenção e coordenação motora. O grupo que cochilou durante a tarde conseguiu realizar as tarefas com muito mais qualidade do que o grupo que não dormiu ao longo do dia.


Ainda faltam testes científicos para desvendar os motivos do melhor rendimento dos alunos, mas os resultados do primeiro teste sugerem que o cochilo contribuiu muito nessa melhora. A solução é cochilar, só precisamos convencer nossos chefes.

Fonte: Revista Galileu

terça-feira, 15 de março de 2011

Segundo lar

Quem já não ouviu falar que a escola é o nosso segundo lar? É nela que passamos grande parte do nosso tempo. Depois da família, a escola é o primeiro grupo social a que pertencemos. Pertencer a um grupo social é importante para interagir com pessoas e conhecer novos comportamentos e a respeitarmos uns aos outros.

A escola é fonte de conhecimento, aprendizado e troca de saberes. Ela complementa a educação tanto formal quanto a informal, constituindo um espaço onde o aluno é o personagem principal de uma jornada de desenvolvimento de habilidades e inclusão social. A escola serve como referencial em todas as fases do nosso crescimento e deve contar com professores e outros profissionais altamente qualificados e bem remunerados que estimulem o crescimento dos alunos.



Embora saibamos que na maioria dos casos os professores não são tratados com a devida importância, índices positivos no aumento da taxa de alfabetização, aumento de alunos que completam o ensino superior e redução da evasão escolar nos dão esperança de dias melhores. Toda essa reflexão se dá em razão da importância do dia de hoje; Dia da Escola. Vamos valorizar nosso segundo lar?

*Tradução Livre: Quadro 1 Professora: "Quem não entendeu levante a mão". Quadro 3 Professora - fora de cena: "Vejamos Manolito, o que você não entendeu?". Quadro 4 Manolito : " Desde março até agora, nada!"

Fonte auxiliar: Brasil Escola

segunda-feira, 14 de março de 2011

Hora de apagar as luzes



Anualmente o mundo é convidado a participar do ato simbólico de apagar as luzes por 60 minutos para demonstrar a preocupação dos governos, empresas e população com o aquecimento global.

A Hora do Planeta, promovida pela WWF está marcado para o dia 26 de março, das 20h30 até as 21h30. Segundo o site oficial do evento em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. A expectativa para 2011 é de uma mobilização ainda maior.


Cidades brasileiras como Rio de Janeiro e Espírito Santo já manifestaram publicamente apoio ao ato simbólico do apagar de luzes, destacando a importância do engajamento das pessoas para a uma futura mudança de comportamento frente às práticas que não contribuem com meio ambiente.

No site Hora do Planeta existem dicas e informações para quem está interessado em participar. Seja mais um na corrente de bilhões de pessoas interessadas em um mundo melhor. Participe.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Eu sou Mulher, eu sou No Stress...



É sempre uma tarefa difícil escolher uma frase para representar uma data tão significativa como o Dia da Mulher.

Das centenas de frases que recebemos, escolhemos uma que sintetiza as múltiplas facetas e desafios de ser mulher.



“Eu sou #Mulher, eu sou #NoStress porque sou única e sou múltipla, sou essencial e nada básica, sou paz e amor e guerreira. #DiadaMulher".


Parabéns para @DecaFerraz e a todas as mulheres que participaram da Promoção. Estão todas de parabéns por serem maravilhosas!

O Estado e o transporte fluvial



O Brasil não pode ser tão dependente da rodovia. É preciso priorizar o transporte hidroviário e ferroviário. Em termos de hidrovia, no Rio Grande do Sul, possuímos a rica bacia hidrográfica que tem o Guaíba e a Lagoa dos Patos como desaguadouros e se comunica diretamente com o Porto de Rio Grande.

O menor consumo de combustíveis e o menor custo de mão de obra por tonelada transportada são as grandes vantagens do transporte fluvial. Um comboio fluvial de 10 mil toneladas necessita de 12 homens em sua tripulação. Se a mesma carga fosse deslocada por transporte rodoviário, seriam necessários 278 caminhões com seus respectivos motoristas.

Ademais, o Banco Interamericano de Desenvolvimento dimensiona, com base na deficiência da nossa infraestrutura, que, se o custo de acesso e de operação dos portos diminuísse 10%, as exportações aumentariam em torno de 40%, driblando até mesmo as tarifas protecionistas.

[Continue lendo no site]


quinta-feira, 10 de março de 2011

Ressaca do bem

Depois dos dias de folga e da sensação de que o ano começa depois do carnaval, o dia de hoje para muita gente é de ressaca. Seja para aqueles que aproveitaram a folia até o último minuto ou para aqueles que relutaram em acordar cedo depois de tantos dias de folga.

Já que o assunto é ressaca, buscamos na revista Galileu, um material muito interessante sobre o tema. É uma pequena análise sobre quais benefícios poderíamos tirar da ressaca.

No texto de Ingo Thomas a ressaca é apontada como um sinal do corpo para nos avisar dos limites do consumo de álcool. Outra observação trazida por Thomas é que muitas vezes as pessoas buscam a ressaca para concretizar o mal-estar psicológico em mal-estar físico. Assim podem ter a sensação de que quando a ressaca se vai, leva com ela a angustia e os sentimentos ruins que sentiam.
O autor ainda alerta que não quer fazer nenhum tipo de apologia ao consumo de álcool e que sabe dos malefícios de seu consumo exagerado, da tristeza de doenças como alcoolismo e da irresponsabilidade de conciliar álcool e direção. Seu ponto de vista é o da reação. Para Thomas, o mal-estar proporcionado pelo exagero da bebida traz uma grande oportunidade de recuperação e, quem sabe, de um pequeno recomeço. Para isso, é preciso não se limitar ao remorso de ter bebido. É preciso aproveitar a sensação de lutar para se sentir melhor e ser bem-sucedido.

Leia o texto na íntegra (Revista Galileu)

sexta-feira, 4 de março de 2011

As pródigas plantas brasileiras



A flora brasileira é uma das mais ricas do Planeta, com mais de 20% de todas as espécies de plantas conhecidas até agora – são mais de 50 mil espécies registradas no País, das 250 mil conhecidas no mundo. Anualmente, os cientistas acrescentam dezenas de novas espécies à lista. É possível que a quantidade atual de plantas conhecidas contabilize apenas 60% a 80% das plantas que de fato crescem no país. Em cerca de um hectare da floresta amazônica ou de Mata Atlântica, encontram-se mais espécies de árvores do que em toda a Europa.

Temos tantas e tão variadas espécies em função da variação ambiental de nosso território. Há o ambiente equatorial da Amazônia, com chuvas torrenciais ao longo do ano, o semi-árido nordestino, com secas prolongadas, e o ambiente temperado do Planalto Meridional.

[Continue lendo no site]

quinta-feira, 3 de março de 2011

O Carnaval vem aí


Faltando apenas um dia para a o final de semana que antecede o carnaval, os corações e mentes dos foliões já estão focados na festa. Seja no tradicional carnaval de rua, no bloco do bairro, no salão dançando ao som das marchinhas, nos desfiles apoteóticos com direito a fantasias luxuosas, tudo é festa.

Mas algumas coisas nos preocupam no carnaval. Queremos compartilhar nossa preocupação com vocês e torcer para que esse ano a história seja outra.

O fundo da folia: em março de 2010 após as festa de carnaval, publicamos no blog No Stress um relato da situação de algumas praias da Bahia que receberam grande quantidade de lixo em suas águas. A denúncia foi feita pelo site Global Garbage, que recolheu grande parte do lixo para pedir providência às autoridades e expor o problema à sociedade. Na animação da festa o folião esquece que o lixo deve ser descartado em local apropriado. São imagens muito tristes que não queremos ver novamente nesse ano.



Acidentes de trânsito: o aumento do consumo de bebidas alcoólicas nessa época reforça as tristes estatísticas de acidentes de trânsito. Seja consciente, preserve sua vida e a dos outros. Se beber, não dirija. Se dirigir, não beba. A equação álcool e direção, tem a desgraça como resultado.

Hidratação: parece que no carnaval aquela cervejinha, apetece mais ao paladar e vira combustível para a folia. Mas lembre-se que o corpo precisa de água para segurar o tranco dos dias de festa. Não descuide de beber muita água e capriche na alimentação. Frutas e legumes também ajudam na hidratação do corpo. Uma pessoa desidratada é mais susceptível aos efeitos do álcool.



Sem noção: carnaval é tempo de brincar, mas lembre-se que seu direito termina onde começa o direito do outro. Seja prudente nas brincadeiras, não arrume confusão, seja educado e aproveite seu carnaval numa boa. No Stress.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Mulherada No Stress





Essa é especial para as mulheres, as grandes divas do mês de março.

Na Semana da Mulher a No Stress propõe para suas seguidoras um Concurso Cultural. Queremos saber porque vocês são tão No Stress. Para participar basta completar a frase:

“Eu sou #Mulher, eu sou #NoStress porque (...) #DiadaMulher".


A melhor frase ganha um presente da No Stress. Lembre-se de tuitar a frase completa, usando as tags. O resultado sai no blog da No Stress no dia 11 de março.

terça-feira, 1 de março de 2011

Momento No Stress


Nossa busca por Momentos de No Stress continua. A Promoção Momento No Stress é para a #GaleraNoStress que curte compartilhar seus bons momentos e ainda tem a chance de ganhar um presente da No Stress

A foto vencedora do Momento No Stress de Fevereiro foi a de Débora Andrade (@deborahsandrade).






Ficou com vontade de participar? É fácil:

Via Twitpic: siga @nostressoficial e publique sua foto no TwitPic, mas não esqueça de utilizar a frase: “Eu sou #NoStress. Permita-se viver esse #MomentoNostress. http://ow.ly/2WoEA" – Assim podemos identificar suas fotos e publicá-las em nosso site para que participem da promoção.

Via Facebook: Publique a foto em seu mural no Facebook; Marque a No Stress na foto para podermos localizá-la, e utilize a frase: “Eu sou #NoStress. Permita-se viver esse #MomentoNostress. http://ow.ly/2WoEA" na legenda.


No Site No Stress você encontrará as instruções no banner da Promoção Momento No Stress. Siga as instruções e avise os amigos sobre a Promoção.