terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Até no Lixão nasce flor



"Lixo é o que não tem reaproveitamento. Material reciclável sim". É o que diz Tião Santos, protagonista do filme brasileiro Lixo Extraordinário de Lucy Walker que concorre ao Oscar.

Filmado entre 2007 e 2009, o filme acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz em um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro. Lá, Muniz pretendia retratar os trabalhadores do lixão por meio da fotografia. No entanto, o trabalho com esses personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando são convidados a pensar em suas vidas fora daquele ambiente. A equipe tem acesso a todo o processo e, no final, revela o poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano.

Reprodução: Lixo Extraordinário

Um filme que emociona pela força da realidade de seus personagens. Para quem não está ligado, Vik Muniz é artista plástico nascido em São Paulo e radicado em Nova York (EUA). Suas obras utilizam materiais inusitados como açúcar, fios, arame, e xarope de chocolate.

Assista ao trailer:



Reprodução Youtube/ downtownfilmesbr

Nenhum comentário:

Postar um comentário