sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Exploração madeireira





Segundo o Ibama, cerca de 60% de todos produtos florestais comercializados no país têm origem ilegal. Para o Greenpeace, 80% da madeira exportada pelo Brasil é clandestina.

Segundo relatório do Greenpeace, dos 36 pontos críticos de destruição levantados na Amazônia, 72% estão relacionados à indústria madeireira.

Várias madeireiras estrangeiras, principalmente da Indonésia, Malásia, China e Japão, estão instaladas na Amazônia brasileira. Apenas uma companhia que opera na região, a Mil Madeiras, é totalmente certificada pelo Conselho de Manejo Florestal e, das 17 companhias madeireiras pesquisadas pelo Greenpeace, 13 indicaram não ter qualquer interesse em obter a certificação.

[Continue lendo no site]

Nenhum comentário:

Postar um comentário