quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Wainman e No Stress




Para quem gosta de levar a vida ao vento, o esporte ideal é o Kite Surf. Sentir as rajadas de vento no corpo todo e deixar-se levar por uma pipa pelos mares, lagos e lagoas são formas sublimes de ficar No Stress.


Em parceria com a fabricante Wainman a No Stress oferece vantagens na compra do equipamento para prática do KiteSurf.



A No Stress realiza muitos treinos com atletas profissionais e amadores pelo Brasil, apoiando nomes como Duda Negão, Luis Saraiva, Eré, Primo, Jonh Lennon e Elias.


Confira as vantagens de adquirir seu equipamento Wainmann com a No Stress pelo e-mail tiago@nostress.com.br



Os loucos por vento da No Stress no Desafio da Plataforma


quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sandálias No Stress

Poucas coisas são melhores que descalçar os sapatos para aliviar as tensões do dia-a-dia.

Pensando no conforto e no bem-estar da galera que faz de tudo para ser e estar no espírito No Stress, a marca lança as Sandálias No Stress.


As sandálias estarão disponíveis no próximo mês em lojas de calçados e grandes magazines de todo o país.

São 7 modelos de sandálias femininas e 9 masculinas, com grade de numeração do 33 ao 39 para as mulheres e 33 ao 44 para os homens.

Conforto dos pés à cabeça é essencial para quem se permite ser No Stress.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Estação No Stress - Primavera

A Primavera veio bater em nossas janelas, trazendo os pássaros a cantar, os dias mais longos e mais proveitosos e tudo aquele clima de expectativa para o verão.

Preparamos um apanhado geral do que aconteceu de mais legal na No Stress desde a última estação. Clique aqui para ampliar.


segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Vai um Tucupi no Tacacá?


Uma explosão de cores, aromas e sabores espera você em Belém, capital do Estado do Pará.

Uma metrópole moderna que não perdeu o charme das construções coloniais. O Mercado Ver-o-Peso é uma das mais belas atrações da cidade, onde pode se encontrar de tudo: das fabulosas castanhas do Pará ao açaí para dar aquela forcinha.

O Mercado Ver-o-peso ao fundo. Foto: Ministério do Turismo

A rica gastronomia de Belém agrega sabores genuinamente brasileiros pela influência amazônica, unida às mais variadas tendências internacionais. A variedade de ervas, frutas e peixes é incrível.


Uma atração imperdível é a Estação das Docas: os velhos galpões do Cais do Porto foram transformados em um complexo turístico que abriga o principal centro gastronômico de Belém, além de feiras de artesanato, museu, shows e eventos.


Não perca o artesanato indígena e as famosas cerâmicas marajoaras, que são de encher os olhos.


Quando a fome bater, aprecie o Tucupi no Tacacá, uma iguaria da região amazônica preparada com um caldo fino de cor amarelada chamado tucupi, sobre o qual se coloca goma, camarão e jambu. Cuidado, a iguaria é servida muito quente, dentro de cuias, temperada com pimenta e sal.


Apaixone-se pelas cores do Brasil e permita-se ficar No Stress

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Orla do Guaíba: patrimônio a ser preservado




O Guaíba possui 496Km² de rica biodiversidade e sua orla tem cerca de 74 km de extensão em Porto Alegre. Sempre lutei por uma orla preservada, com acesso público, iluminação, arborização e ciclovias. Portanto, em meu trabalho como vereador por três mandatos consecutivos e ex-secretário do Meio Ambiente de Porto Alegre, procurei proteger esse patrimônio natural com o qual somos abençoados.

Na Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM), promovemos o plantio de mais de 5 mil mudas de árvores nativas nos calçadões do Lami, Guarujá e Ipanema. Os ambulantes do local foram regularizados e, ao longo da orla, foram instalados chuveiros, churrasqueiras, banheiros, aparelhos de alongamento e ginástica, playground e guarita de salva-vidas.

Também realizamos parcerias para a adoção de parte da orla. O acordo resultou na revitalização do trecho que começa na Usina do Gasômetro e vai até a Avenida Ipiranga. Agora, o espaço conta com novas quadras poliesportivas, iluminação, banheiros, fiscalização, recreação, etc. Além disso, o Anfiteatro Pôr do Sol foi recuperado.

Defendo que as margens do Guaíba, como Área de Preservação Permanente, devem ter proteção e uso especiais. Ademais, empenho-me para evitar a falta de planejamento sustentável e participativo e a especulação imobiliária, que resultam na descaracterização e saturação dos bairros. Por isso, em parceria com a sociedade, consegui minimizar os impactos do polêmico projeto de lei Pontal do Estaleiro. Ainda obtive a garantia de que os proprietários do imóvel recuperassem o passivo ambiental e mantivessem o terreno limpo e acessível ao público. [Continue lendo no site...]

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Zulu e No Stress no Walmart




O Grupo Walmart Brasil promoveu um grande evento na cidade de Curitiba, nos dias 14 e 15 de setembro, apresentando aos seus diretores de compras as tendências e novidades das principais marcas do mercado varejista.


A No Stress também se fez presente por meio do ator e modelo Paulo Zulu, o qual discursou sobre temas como responsabilidade social e consumo sustentável, citando sua identificação com a marca há mais de dois anos.



Paulo Zulu ainda distribuiu autógrafos e tirou fotos com os participantes.


Os produtos No Stress estão disponíveis nas lojas do Grupo Walmart em breve.


Mais fotos do evento no Facebook e Orkut da No Stress


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Lançamentos NO Stress - Office Paper 2010

Entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro aconteceu no Anhembi em São Paulo a Office Paper Brasil Escolar.


Foi a 24ª edição da Feira Internacional de Produtos, Suprimentos e Acessórios para Escritórios, Papelarias e Escolas.


Nos estandes da Tilibra e da Primícia foram apresentados os lançamentos da No Stress para 2011: cadernos, agendas, mochilas, bolsas e estojos. Veja as fotos no Orkut e no Facebook


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Buenos Aires, capital do Brasil?

Se você acha que o sonho de visitar Buenos Aires, uma das cidades mais antigas da América Latina, está muito distante, fique esperto. Com a cotação favorável do real em relação ao peso argentino, a capital da Argentina virou quintal dos brasileiros. Não é difícil ouvir pessoas conversando em português pelas ruas porteñas.

Separamos algumas dicas valiosas para que seu passeio por Buenos Aires seja uma experiência inesquecível.

Câmbio: Se você deseja trocar dinheiro para sua viagem aqui no Brasil, a cotação média do peso é de R$ 0,54 centavos, ou seja, R$0,54 de real vale 1 peso argentino. Dica: Troque poucos reais por pesos até chegar no Aeroporto Internacional de Ezeiza. Vale à pena trocar nas casas de câmbio do Aeroporto. Mas preste atenção ao valor das cotações. As casas de câmbio mais vantajosas são o Banco La Nacíon Argentina e o Banco Piano (média R$ 0,45 = 1,00 $AR). Nunca confie em estranhos que lhe ofereçam serviços de câmbio na rua. Vá sempre aos bancos, nem que seja necessário pegar filas.

Transfer: O Aeroporto Internacional fica a cerca de 40 minutos da cidade de Buenos Aires. Para chegar rápido e com segurança até lá, recomendamos pegar o transfer Manoel Tienda Leon. É um ônibus que vai até uma estação menor, dentro da cidade. Depois os passageiros são conduzidos até carros menores que deixam os turistas em seu local de hospedagem. Custa $AR 50,00 por pessoa (cerca de R$ 25,00).

Hospedagem: Existem centenas de boas opções de hospedagem em Buenos Aires pra todos os bolsos. Recomendamos o Hostel Suítes Florida (Calle Florida, 328). O hostel é muito bem localizado, confortável, limpo, bom ambiente, funcionários atenciosos, bom café da manhã e um Pub que funciona no subsolo do prédio de segunda a sábado.

Linha Turismo: O Bus Turístico leva a 12 lugares fundamentais na cidade de Buenos Aires, Plaza de Mayo, Congreso Nacional, Monserrat, San Telmo, La Boca, Reserva Ecológica, Puerto Madero, Plaza San Martin, Palermo/Rosedal, Plaza Itália, Recoleta e Plaza Lavalle, tudo por $AR 70,00 (cerca de R$35,00). Se você quiser, pode parar em qualquer desses pontos turísticos, visitar e pegar um outro ônibus turístico que passa a cada 30 minutos, sem que seja necessário pagar novamente pelo passeio. http://www.buenosairesbus.com

Transporte: O sistema de trem subterrâneo (Subte), da cidade funciona muito bem. A tarifa de uma viagem é de $AR 1,10 (cerca de R$0,60). Uma vez na estação, é possível cruzar toda a cidade com apenas um ticket de trem, pois existem terminais de integração entre as diferentes linhas. É uma bela forma de dinamizar o tempo para visitar mais pontos turísticos. Os ônibus também são baratos, com preço variando conforme o destino do passageiro. Mas cuidado – só entre no ônibus se tiver moedas. As cédulas de dinheiro não são aceitas na máquina que cobra a passagem. Outra boa opção é o taxi, com preços bastante acessíveis. Mas tome cuidado – os taxis mais confiáveis são aqueles identificados com placas de rádio taxi. É mais interessante pagar sempre com notas de valor baixo ou moedas. Existem relatos de pessoas que são enganadas com troco falso nos taxis.

Plaza de Mayo: Na praça de Mayo estão a Casa Rosada (palácio de Governo - com visitas guiadas aos finais de semana), o Monumento a San Martin (libertador da Argentina), a pirâmide da Revolução de Mayo (25 de Mayo de 1810 – que completou 200 anos em 2010), o Cabildo (antiga casa de Governo).



Recoleta: bairro que recebe o maior cemitério da cidade. É um ponto turístico imperdível. Eva Perón está sepultada lá. Depois da visita ao cemitério, desfrute do clima agradável da praça em frente a seus muros e pare para beber uma cerveja artesanal no Buller. Prove uma tábua com 6 tipos de cervejas feitas lá mesmo, por $AR 30,00 (R$15,00).

Preste atenção nos casais dançando tango na rua. Um espetáculo!



Em San Telmo visite a feira de antiguidades no Domingo (16h), confira as muitas bandas tocando Jazz ou Tango na rua, os casais fazendo apresentações de dança e a estátua graciosa da Mafalda, personagem do cartunista Quino. A menina sempre inconformada com os problemas do mundo, está sentada em um banquinho de praça, em frente ao prédio onde morou Quino, seu criador. Se bater a fome, a dica é a Milanesa Napolitana do restaurante "La Continental"


No Bairro "La Boca", visite a Bombonera, estádio do Boca Juniors, e o famoso Caminito, ruazinha de prédios coloridos, cartão postal clássico da cidade.


Para a noite, comece pelo pub Sugar, com música e ambiente muito agradável. As festas começam tarde, cerca de 2h da manhã. Nesse horário a pista de dança do Azucar está fervendo de bailarinos de Salsa. É uma experiência para os desinibidos.

Dê uma boa caminhada pelas Avenidas Corrientes, Avenida de Mayo e 9 de Julio e permita-se encantar com a cidade. Entre na Calle Florida – uma rua só para pedestres e faça compras de lembrancinhas de todos os tipos e preços. Pare na loja Havanna e desfrute um alfajor clássico. Quando a fome bater, corra até o Soleras, (Sarmineto, 702, esquina com Maipú), e peça uma Empanada. Uma porção serve duas pessoas com fartura e custa apenas $AR 17,00.



A cidade é enorme e existem muitas outras opções de passeios com roteiros lindíssimos. O site http://www.bue.gov.ar/ pode ajudar na escolha das melhores atrações. No Stress e divirta-se por Buenos Aires.

Fotos: Tiago Zaniratti

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Piano-pop

Se você é uma daquelas pessoas que quando pensa em um pianista, imagina um senhor de cara amarrada, vestindo fraque e tirando notas e mais notas do instrumento, criando a atmosfera perfeita para um cochilo, é melhor desfazer esse conceito.

Aos 21 anos, o músico Vitor Araújo vai mudar sua imagem sobre os pianistas. De tênis All Star e camiseta preta, a jovem revelação da música brasileira tira de seu piano dos mais eruditos compositores como Bach e Villa-Lobos, ao mais hipnótico som da banda inglesa Radiohead.


Temperamental como só os gênios e loucos são, Vitor toca o piano com os pés, usa o instrumento para fazer percussão e quando o público menos espera, o artista deixa o palco sem maiores cerimônias. Em uma equação perfeita entre técnica e repertório de qualidade, o pianista vai encantando o público por onde passa.

É melhor prestar bastante atenção ao próximo concerto de piano que você for assistir. Você pode ter uma grata surpresa.


Reprodução/ Youtube

Você gosta de química?

Para a galera que está nas fases finais do colégio, pouca coisa é mais terrível que os complexos diagramas de química orgânica. Quem nunca se perguntou “qual a utilidade disso na vida real?”

Ricardo Ferreira, químico recém formado, aos 21 anos, sabe. Ao realizar um estágio na UCLA (Universidade da Califórnia, Estados Unidos), surpreendeu seus professores com suas anotações sobre cristais, uma espécie de pó, capaz de absorver gás carbônico da atmosfera.


Até aí, nenhuma grande novidade, já que esses cristais já são conhecidos e já são utilizados em alguns escapamentos de carro e chaminés de usinas termoelétricas para reduzir a poluição do ar.

Mas a pesquisa de Ricardo apontou cristais quatro vezes mais eficientes, capazes de separar os gases tóxicos e ainda consumindo menos energia do que os cristais já conhecidos.

Química demais para sua cabeça? Para o mundo também. Por isso, a pesquisa de Ricardo ganhou reconhecimento na revista Science, um dos periódicos científicos mais respeitados do mundo.

Que bom que existe gente boa em química no mundo, não é?

Agricultura orgânica: pela saúde das pessoas, dos alimentos e do planeta




Cultivar e consumir produtos orgânicos são questões não apenas de saúde, mas de cuidado com o mundo em que vivemos. O não uso de agrotóxicos, adubos químicos e outras substâncias tóxicas e sintéticas na produção de alimentos contribui para criar ecossistemas mais equilibrados, preservando a biodiversidade, os ciclos e as atividades biológicas do solo.

O agricultor que toma esses cuidados sente na própria pele - e no bolso - os benefícios. Sua saúde e a da sua família estão protegidas e, a cada ano, a compra de produtos orgânicos tem aumentado entre 30% e 50% no País, gerando mais renda para quem opta por esse cultivo. O Brasil já é o segundo maior produtor de orgânicos do mundo e o setor tem 70% de suas vendas voltadas para o mercado externo. [Continue lendo no site...]

A onda das “novas” câmeras de filme

No início dos anos 2000 a febre das câmeras digitais transformou o cidadão comum em fotógrafo potencial. As novas câmeras facilitaram a vida de todo mundo, com tamanho reduzido, fácil manuseio, possibilidade de ver o resultado da foto na hora, e custo de produção de imagens muito menor do que as tradicionais máquinas fotográficas que usavam filme e dependiam do processo químico de revelação do negativo.

Mas a onda agora é retrô: novas edições de câmeras antigas, (do início dos anos 80), estão virando mania nas mãos dos apreciadores da fotografia experimental. As câmeras LOMO baseiam-se nas câmeras compactas e robustas da fábrica russa de mesmo nome.

Câmera Diana Mini - funciona com filme tradicional 35mm

Existem sites especializados na venda de câmeras do tipo LOMO e seus respectivos filmes. Os resultados das fotos com a LOMO são muito interessantes: cores vivas, qualidade de imagem (com ou sem foco), distorções e efeitos de luz. Tudo isso com o “charme” de voltar ao tempo da fotografia com filme e a expectativa de ter de revelar a foto para ver o resultado.


Se você gosta de experimentar coisas novas na fotografia, vale à pena conferir.

Fotos: Tiago Zaniratti

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Uma jornada na selva

Foi um “pé na bunda” que incentivou o ex-militar inglês, Ed Stafford, 34 anos, a realizar uma jornada maluca pela selva amazônica. O objetivo de Stafford era caminhar por toda a extensão do rio Amazonas (9.000 Km).

Sua jornada durou 859 dias de muito esforço, problemas, tribos indígenas furiosas na Amazônia Peruana, formigas, enguias, cobras, escorpiões (levou duas ferroadas), e até um berne alojado em sua cabeça por alguns dias.

foto: walkingtheamazon

Equipado com um mini-satélite para conexão a internet, carregador de baterias movido à energia solar e câmera, Ed registrou boa parte de sua jornada em fotos e vídeos. Sua intenção era de dar visibilidade aos problemas pelos quais a floresta vem passando e angariar dinheiro para cinco instituições filantrópicas, duas no Reino Unido, duas no Brasil e uma no Peru.

foto: walkingtheamazon

Se no início da jornada o aventureiro ficou preso em uma aldeia indígena no Peru, pela desconfiança dos locais ao ver um estrangeiro, no Brasil a história foi diferente: Ed encontrou apoio, sendo inclusive alimentado pelas tribos brasileiras. “Nunca conheci um povo tão hospitaleiro, mal chegávamos a uma comunidade indígena e já tínhamos um prato quente de comida na nossa frente – sem que nunca aceitassem dinheiro em troca. "Acho que os brasileiros são um exemplo”.



Confira algumas fotos dessa jornada incrível pela selva no site walkingtheamazon.com

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Sessão de Kitesurf





A No Stress reuniu amigos para um treino de Kite Surf e Free Style nas condições ideais para os gaúchos que adoram ventos fortes e ondas grandes na sexta-feira, dia 10 de setembro, na Barra de Tramandaí (RS).

Água marrom, céu azul, ventos acima de 90 km por hora e ondas acima de 3 metros. Um ótimo treino que fez a cabeça de atletas como Diogo, Leo, Primo, Roger, Altemir, Osy, Xaropinho, entre outros que entraram na água.

Nada como estar entre amigos e curtir o espírito No Stress.






Mais fotos no perfil do Facebook e Orkut da No Stress.

Foto: KiteSul

Hora de morar sozinho?

Não adianta, pode demorar ou pode ser amanhã, mas a hora de morar sozinho vai chegar para todos.

Para crescer e aprender a tomar conta da própria vida, a galera deixa para trás o conforto do lar, as mordomias da casa limpa, comida quentinha e deliciosa, a roupa lavada e passada – e ganha, além de muito trabalho para conquistar tudo isso por conta própria, experiência e algumas histórias para contar.


Imagem de Divulgação / Youtube

Para os que estão se aventurando nessa jornada de independência, a série Tô Frito pode dar uma forcinha. Nos episódios da série, dois jovens que vivem sós, passam por trabalhos comuns aos que resolvem iniciar a vida adulta longe de casa.



Em um hotsite os aventureiros encontram valiosas dicas de culinária, cultura e dicas de economia doméstica.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Proteção aos animais: uma de minhas bandeiras






Desde que iniciei minha militância ambiental, há mais de 20 anos, trabalho para proporcionar melhores condições de vida aos animais. Acredito que só teremos uma sociedade realmente evoluída quando tratarmos todas as formas de vida com respeito e dignidade.

Em Porto Alegre, consegui importantes avanços relativos à defesa dos animais. Agora, um de meus objetivos é assegurar a consolidação de seus direitos em todo o Rio Grande do Sul.

Entre algumas de minhas ações pela causa, destacam-se:
- Desde 2001, asseguro verbas públicas no Orçamento Municipal para esterilização de cães e gatos em Porto Alegre. [continue lendo...]

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Mudando o mundo pelo videogame




Quem é fissurado pelos games já imaginou revolucionar o mundo como só os personagens dos jogos são capazes. Mas um brasileiro de 31 anos está prestes a comandar uma revolução na vida real, via videogame.

Alex Kipman é chefe de incubação de projetos de entretenimento interativo da Microsoft. Seu projeto, que chegará às lojas dos Estados Unidos no dia 4 de novembro, promete levar os videogames a uma nova era de interação com o ser humano.

Segundo a revista Galileu, o Kinect, é como ter um controle de Nintendo Wii em cada articulação. O game vai reconhecer o rosto e a voz do usuário – por meio de um dispositivo do console que encontrará seu perfil na mesma hora. Quando ligar o videogame, o aparelho saberá que é você que está ali, sem a necessidade de apertar nenhum botão. O computador reconhece os movimentos dos jogadores e os transporta para dentro do jogo.

O ponto de partida para o Kinect foi o fato de que, até hoje, tivemos que aprender a lidar com o teclado e o mouse ou a usar os botões dos controles – aprendendo a linguagem da máquina. Agora a máquina é que vai entender a linguagem humana.

O projeto de Alex tem grandes chances de ultrapassar o mundo dos games e estar presente em várias aplicações que mudarão a forma como interagimos com o mundo. É aguardar para ver.

Fonte: http://revistagalileu.globo.com/

Video: http://videos.sapo.pt/ZEsTAbqFFOueZ6QhQoBu